TERAPIAS QUE VISAM MELHORA DO RENDIMENTO DE ATLETAS

– ATUAIS –

Hoje em dia há uma busca incessante para melhora de rendimento dos atletas, bem como meios para recuperação de forma mais ágil e eficaz, visando o mais rápido retorno dos atletas aos campeonatos. Nas últimas duas olimpíadas, podemos observar duas técnicas que passaram a ser muito utilizadas e observou-se a utilização por diversos atletas. São a bandagem elástica funcional, ou kinesiotaping, e a ventosaterapia.

Neste documento iremos abordar sobre o kinesiotaping.

O kinesio tape é datado de 1973, por Kenzo Kase, no Japão. Temos alguns sinônimos para a mesma terapia. Conhecido como Kinesiotaping, Bandagem elástica, bandagem elástica neurofuncional, kinesiotaping.

“A bandagem é feita a partir de algodão, e possui uma cola especial para grudar na pele e poros para facilitar a respiração cutânea, e pode ser esticada até 140%.” (http://fisioterapiadenisepripas.blogspot.com.br/2013/04/bandagem-elastica-funcional-funciona.html)

Esta terapia tem como benefícios esperados:

– Estabilização

– Contenção

– Imobilização

– Proteção

– Prevenção

– Estimulação

A estimulação da bandagem, por ela ser elástica, pode ser por estimulação dos sistemas linfáticos, circulatórios, muscular e térmico. Temos várias formas de aplicação desta bandagem, onde cada forma de aplicação vai direcionar para um dos objetivos.

Ao aplicar a bandagem pode-se estimular um músculo, ou estimular a circulação sanguínea de um local, como pode-se também visar o relaxamento muscular ou estabilizar uma articulação. Com todos estes benefícios esta terapia vem sendo utilizado de larga escala para os atletas, bem como a utilização na prática clínica em diversos ambientes de clínicas fisioterápicas.

Temos que salientar que esta terapia também apresenta contra-indicações, dentre elas temos:

– Trombose

– Ferimentos

– Edema em geral

– Carcinomas

– Gravidez

Tendo em vista as indicações, benefícios, contra-indicações, nota-se ainda que há poucos estudos científicos que visam a observação desta técnica em diversas populações. Porém na prática clínica, há relatos de pacientes em relação ao alívio da dor, estabilização articular durante gesto esportivo, estabilização articular para funções diárias em pacientes com lesões neurológicas. E é importante salientar que para a aplicação da técnica deve-se sempre procurar um profissional qualificado para a aplicação desta técnica, procurando um fisioterapeuta próximo à você que detenha o curso que lhe proporciona a aplicação desta técnica. Hoje em dia há diversos cursos de formação em Kinesiotaping e cada vez mais vários profissionais de fisioterapia vem procurando esta qualificação.

Joinville, 13/10/2016

ANDRÉ PAULO KLAMT

FISIOTERAPEUTA CREFITO 10 – 131765/F